Home

Loja Virtual

Apostilas

Web Rádio

Cadastre-se

Contato

 

 

Menu

 » Home

 » A Umbanda

 » Os Orixás

 » Entidades e Falanges

 » Linha do Oriente

 » Sincretismo

 » Exú e Pomba-Gira

 » Zé Pelintra

 » As Ervas na Umbanda

 » Defumador

 » Fumo e Bebidas

 » Mediunidade

 » A Glândula Pineal

 » Os Chacras

 » Mensagens

 » Artigos

 » Orações e Preces

 » Rezas

 » Temas Variados

 » Pontos Cantados

 » Letras de Pontos

 » Pontos Riscados

 » Dicionário da Umbanda

Serviços

 » Apostilas

 » Campanhas

 » Nossos Banners

 » Prêmios Recebidos

 » Links Relacionados

Loja Virtual

 

Confira !

 

Recomende

 

Redes Sociais

 

LETRAS DE PONTOS - OGUM

 

 

 

 

Ogum, que abalou as estrelas

Que abalou as areias

E as ondas do mar, Ogum

Ogum, a hora é boa

Abre os meus caminhos

Firma esse gongá, Ogum

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Olha Ogum na Aruê chegou

Olha Ogum na Aruê baixou

Sou filho de Umbanda

Ogum já me saravou

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Que cavaleiro é aquele

Que vem navegando sobre

o mar azul

É Seu Ogum Matinata

Que vem defender

O Cruzeiro do Sul

Ê ê ê

Ogum ê

Ê ê a

Ogum meu Pai

Ê ê ê

Seu Canjira

Pisa na Umbanda

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Salve Ogum Iara

Ogum Matinata

Ogum Rompe Mato

Ogum Megê

(bis)

Eles trabalham na terra meu Pai

Eles trabalham no mar

Eles trabalham na areia meu Pai

Salve Ogum Beira Mar

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Eu tenho Sete Espadas pra me defender

Eu tenho Ogum na minha companhia

(bis)

Seu Ogum é meu Pai

Seu Ogum é meu guia

Seu Ogum é meu Pai

Vivo com Deus e a Virgem Maria

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Pisa na linha de Umbanda

que eu quero ver Ogum Sete Ondas

Pisa na linha de Umbanda

que eu quero ver Ogum Beira Mar

Pisa na linha de Umbanda

que eu quero ver Seu Matinata,

Ogum Megê

Seu Sete Espadas, Ogum Megê

Olha banda aruê

Pisa na linha de Umbanda

que eu quero ver Ogum Sete Ondas

Pisa na linha de Umbanda

que eu quero ver Ogum Beira Mar

Pisa na linha de Umbanda

que eu quero ver Ogum Iara,

Ogum Megê

Seu Sete Espadas, Ogum Megê

Olha banda aruê

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Ô Jorge, ô Jorge

Vem de Aruanda

Tenha pena de seus filhos

São Jorge venceu demanda

Ogum, Ogum

Ogum meu Pai

Foi você mesmo quem disse

Filhos de Umbanda não cai

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Ogum general de Umbanda

Humaitá jurou bandeira

Ogum general de Umbanda

Humaitá bandeira jurou

Mas como é no pé pé

(bis)

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Olha Ogum Sete Espadas está no reino

Ele veio saravá

(bis)

Saravá todos seus filhos

Firma ponto no gongá

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Ogum Megê

General de Umbanda

Em seu cavalo seu Ogum foi guerrear

Com sua espada

Com sua lança

Venceu demanda nos campos

do Humaitá

Ogum Megê

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::     

 

São Jorge é quem está de ronda

Com sua cavalaria

Na ponta da romaria

Roga a Deus, Santa Maria

Ora vamos salvar Ogum

Ora vamos salvar Ogum

Na hora de Deus, ô meu Deus

Na hora de Deus, ô meu Deus

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

O seu cavalo corre

Sem  ninguém vê

(bis)

Salve as sete espadas

De Ogum Megê

Salve as sete espadas

De Ogum Megê

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

No seu cavalo branco

Ele vem montado

Calçado de botas

E bem armado

Vinde, vinde, vinde

São Jorge é nosso protetor

Vinde, vinde, vinde

São Jorge é Nosso Salvador

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Beira Mar auê Beira Mar

Beira Mar quem está de ronda é militar

Ogum já jurou bandeira

Na ponta do Humaitá

Ogum já venceu demanda

Vamos todos saravá

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Se meu Pai é Ogum

Vencedor de demanda

Ele vem de Aruanda

Pra salvar filhos de Umbanda

Ogum, Ogum Iara

Salve os campos de batalha

Salve a Sereia do Mar

Ogum, Ogum Iara

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Olha São Jorge com a matula

De Umbanda

Olha Ogum

Está de ronda

Olha bambuê

Ogum é de bambuê

Ogum é de bambuá

 

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

  

(caridade)

 

Eu pedi caridade

São Jorge me deu

Eu pedi caridade

Pelo amor de Deus

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Olha Ogum está de ronda

Miguel chamando

Eu não sei onde é

É, é

Eu não sei onde é

É, é

(bis)

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Ogum partiu pra guerra

Oxalá deu carta branca

Ogum venceu a guerra

São Jorge venceu demanda

Quem quer guia, guia, guia

Quem quer guia, guia, meu

Quem quer guia, guia, guia

Quem quer guia, guia, meu

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Marchai, marchai

Ogum de Guia

Estrela D’Alva

E da Virgem Maria

Oh vem, com a sua espada

Vem salvar os vossos filhos

Que se acham em agonia

Capitão do Mato mandou me chamar

Tempo não tenho

Caminho há

Olha o militar

Quem está de ronda

É militar

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Mas ele é praça de cavalaria

É Capitão – oficial do dia

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Olha Ogum vai se embora

Pra sua banda

Olha banda com banda katinguerê

Firma ponto Ogum vai se embora

Firma ponto Ogum Megê

Firma ponto Ogum foi se embora

Firma ponto Ogum Megê

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Quem está de ronda é São Jorge

São Jorge é quem vem rondar

Abre a porta, ô minha gente

Deixa a falange de São Jorge entrar

Quem está de ronda é São Jorge

Toda noite, todo dia

Quem está de ronda é São Jorge

Nossa Senhora da guia

Quem está de ronda é São Jorge

Minha mãe diga o que é

Quem está de ronda é São Jorge

Velando os filhos de fé

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Quando Ogum partiu pra guerra

Ele mandou orar, orar

Orar, orar

Orar, orar, filhos de fé

Orar, orar

Orar, orar, filhos de fé

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Eu vi o sol raiar

Eu vi estrela brilhar

Eu vi seu Rompe Mato

Ogum das matas

Passeando à beira mar

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Ogum é todo Malé

Male ô linha Nagô

Ogum é todo Malé

Male ô linha ô

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Ele jurou bandeira

Ele tocou clarim

E o exército todo

É comandado por Ogum

Salve Ogum Iara

Salve Ogum Megê

Salve Ogum Matinata

Salve Ogum Naruê

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Na ponta da romaria

Eu vi um cavaleiro de ronda

Trazia a espada na cinta

E uma lança na mão

Ogum venceu a guerra

Matando o dragão

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Ele vem, com a justiça Xangô

Ele traz Iansã e Iemanjá

Ele vem com Oxossi das matas

Ele traz o amor de Oxalá

Ogum, vencedor de demanda

Estrela, clareou sua banda

Na sua aldeia ele é caboclo

Ogum Arranca Toco

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

General Tátá de Umbanda

Ogum é general

Se ele é Ogum Iara

Ogum é general

Se ele é Ogum Matinata

Ogum é general

Se ele é Ogum Rompe Mato

Ogum é general

Se ele é Ogum Naruê

Ogum é general

Se ele é Ogum Megê

Ogum é general

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Ô ronda a Terra

Ô ronda o mar

Cavalheiros de Umbanda

Mensageiros de Oxalá

(bis)

Ogum de Lei

Ogum Iara

Olha Ogum Rompe Mato

Ogum Megê

Olha Ogum Beira Mar

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

No campo do Humaitá

Venceu a guerra meu Pai, eu vi

No seu cavalo de bronze

Guerreou na sua Terra  (bis)

Com sua espada dourada

Na ponta da sua lança, eu vi

Laço de fita encarnada

Ogum ê, ê, ê

Ogum ê, ê, á

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Foi ao romper da madrugada

Que a coral piou

(bis)

Com sua capacete

Ele saravou

(bis)

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

É dos santos do céu

Ogum é o maior

É, É de Nossa Senhora

(bis)

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Ogum Iara, Ogum Megê

Olha Ogum Rompe Mato, auê

Ogum Iara, Ogum Megê

O canjira de Umbanda, auê

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Saravá Ogum

E a coroa de Lei

(bis)

Ogum de Malé

Ogum de Nagô

(bis)

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Senhor Major Ogum

Mas ele é praça de cavalaria

Com sete espadas

Ele nos defendia

Senhor Major Ogum

Seja nossa companhia

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Seu cavalinho é de prata

De ouro é quem anda nele

Com sua bandeira içada

Defende todas as barreiras

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Quem anda por mar

Quem anda por terra

E nunca se cansa

Com seu laço de fita encarnada

Amarrada na ponta da lança

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Ogum é Pai de todos

É Pai de todos

É rei gongá

Olha Ogum, Sereia

Ele deu, ele deu, ele dá

Ogum arriou, Ogum arriou

Quem quer Ogum a mim xororô

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::   

 

(descarga)

 

Capitão do mar

È Barabara

É com chuva, é com vento

Ele vai navegar

Ele vai, ele vai

E com chuva e com vento

Ele vai navegar

 

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Ô gente sarava Ogum

Ele é nosso general

(bis)

Diz Ogum é de Lei lê lê

Diz Ogum é de lá, lá, lá

A coroa de Ogum de Lei

Só Deus pode tirar

 

Ogum dê

De arerê

Ogum dê

Macumbauê

Louvamos o céu

Louvamos o mar

Louvamos a terra

De nosso Pai Oxalá

Ogum, sempre Ogum

De arerê Xangô

Ogum Macumbauê

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::   

 

(descarga)

 

Eu sou do mato

De Ganga Macaia

(bis)

Eu sou do mato

Meu Pai é Rompe Fogo

Ai não me corte a Macaia

Ai não me mate a Coral

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Ogum de Lei, ê, ê

Ogum de Lei, ê, á

Ogum de Lei, ê, ê

Olha as ondas do mar – Malé

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Ogum com seu cavalo corre

E sua espada reluz

Ogum com sua bandeira

Cobre os filhos de Jesus

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Ogum, Ogum de Lei

É de lei

Olha seus filhos meu Pai

Ogum Megê ê, ê

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Com licença de Ogum Megê

Nós vamos saravá

Ogum Iara

Ogum Nagô

Ogum Rompe Mato

Ogum Beira Mar

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Sarava Ogum

Ogum é o nosso guia

Sentou praça da cavalaria

Ele é guarda, da Virgem Maria

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Seu Ogum diz que não é rei de Umbanda

Mas diz que manda, nos filhos seus

Seu Ogum é meu Pai

Seu Ogum é meu guia

Seu Ogum é meu Pai

Vivo com Deus e a Virgem Maria

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Ogum olha sua bandeira

É branca, é verde, é encarnada

Ogum, nos campos de batalha

Ele venceu a guerra

Sem perder soldados

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Montado em seu cavalo branco

Ele vem beirando o mar

Traz no peito uma estrela dourada

Traz nos braços Mamãe Iemanjá

Sarava Ogum

Sarava Ogum

Sarava Ogum Beira Mar

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

São Jorge e a Sereia

São dois dragões de guerra

(bis)

Sereia rainha do mar

São Jorge é rei da Terra

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Seu Ogum Beira Mar

O que trouxe do mar ?

(bis)

Quando ele vem

Beirando areia

Traz na mão direita

O rosário de Mamãe Sereia

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Sete Ondas na Terra

Sete Ondas no mar

Sete Ondas na Umbanda

Sete Ondas no gongá

Segura a pemba ê, ê

Segura a pemba ê, á

Segura a pemba

Deixa as ondas navegar

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Quem chegou nesse gongá

Saravando seu irmão

Quem chegou nesse gongá

Saravando seu irmão

Ele é capitão

Ele é capitão

Nas matas da Jurema

Ele é capitão

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Dizem queTatá é Tatá

Ele é de Tatá auê, mauê

Olha Ogum general, mauê

Olha Ogum Barlabá

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Tatá, Tatá é rei de Umbanda

Tatá, São Jorge venceu demanda

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Olha Ogum está de ronda

Quem está chamando é São Miguel

Lê, lê, lê na linha de Umbanda

Quem está chamando é São Miguel

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

No campo do Humaitá

Ogum Megê

Eu vi uma nação florir

Ogum Megê

Auê, auê, auê

Ogum Megê

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

(pólvora)

 

O homem que fuma e bebe, ô ganga,

É Ogum Megê, ô ganga

Gerê, gerê, gerê, ô ganga

É Ogum Megê, ô ganga

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Quando Ogum chega no reino

Todo mundo diz: Sarava Seu Ogum

(bis)

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Ogum é filho macutaia

Ogum macutaia malembe

Auê, Tatá de Umbanda

Auê, salve Ogum na Aruanda

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Diz Ogum general de Umbanda

Diz mamãe que mironga tem

Ganga e ganga a ganga

É oi canjira

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Da sua banda estão me chamando

Ogum Megê chegou

Da sua banda estão me chamando

Ogum Megê baixou

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Ogum é filho da Macutaia

Ogum Macutaia Maleme

Auê Tatá de Umbanda

Auê salve Ogum na Aruanda

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Ogum de Lei, Orixá de Lei

Ê ê ê a a

Salve a, coroa de Ogum de Lei

Ogum de Lei

Ogum de Nagô

 

 

Voltar ao Índice

 

 

 

 

 

Home | Recomende este site | Contato


© Copyright Genuína Umbanda - Todos os Direitos Reservados